Falhas em soluções de inventário de software

FALHAS EM SOLUÇÕES DE INVENTÁRIO DE SOFTWARE-01

As soluções de inventário de software são uma parte importante das ferramentas de gerenciamento de sistema que você escolhe. Estas soluções normalmente funcionam de duas maneiras: elas digitalizam os arquivos executáveis no disco e digitalizam ou consultam a informação dos programas instalados mantida pelo sistema operacional. Com elas, podem surgir problemas, uma vez que os computadores podem ter dezenas ou centenas de aplicativos sendo executados ao mesmo tempo e, portanto, a quantidade de dados gerados é exorbitante e pode dificultar o inventário de software.

No entanto, existem várias opções disponíveis. Os programas Microsoft varrem os executáveis e depois os identificam conectando-os ao programa ao qual eles pertencem, com base em um banco de dados da nuvem de programas. Outra opção é simplesmente perguntar ao Windows quais aplicativos estão atualmente instalados. Esta informação é um pouco mais consolidada e mais fácil de entender do que a varredura de executáveis individuais. Apesar destes métodos, algumas aplicações podem não voltar com informações sobre quais são aplicadas os executáveis ou podem ter vários componentes diferentes instalados.

À medida que novos tipos de aplicativos são criados, há mais e mais lacunas no inventário de software. Por exemplo, os problemas surgem quando os aplicativos da web, instalados pelo usuário, e aplicativos virtuais estão envolvidos, pois complicam o perfil do sistema e não são facilmente reconhecíveis pelos produtos de inventário de software. Neste sentido, enquanto os sistemas se tornam mais complexos e diferentes e estes novos tipos de aplicativos aparecem, as ferramentas de inventário de software devem se esforçar para recuperar o atraso e serem mais efetivas em relação aos tipos de aplicativos citados.