APRENDA A APRENDER COM A TECNOLOGIA

Blog - APRENDA A APRENDER COM A TECNOLOGIA-01

por Eric Ventura

Vivemos em uma época em que não podemos nos queixar da falta de conhecimento. Qualquer assunto que não conhecemos, prontamente recorremos à tecnologia para sabermos alguma coisa a respeito. É extremamente normal em nossa era buscarmos informações nas ferramentas de busca online e na internet como um todo. Encontramos de tudo, relatos, livros, videos, comentários e muito mais sobre o assunto pesquisado. Mas viver em um mundo de conhecimento não deveria nos fazer ser mais eficientes e tornar o conhecimento mais elevado? Será que tanta tecnologia e informação podem estar nos travando?

Em muitos relatos, o conhecimento é representado como água e/ou mar de conhecimento, que nos guia para um certo caminho. Suponhamos que você está em uma piscina e decide que quer chegar a outra ponta, enchendo os pulmões de ar, esforçando-se para alcançar a outra parte. No meio da piscina nota que muita água está te deixando cansado e você decide parar para descansar. Ao ficar parado em meio a tanta água você tem algumas opções:

  • Sair da piscina e desistir de onde parou
  • Voltar para descansar onde der pé
  • Seguir em frente utilizando o conhecimento e aplicar o esforço necessário

Estas opções nos mostram como as pessoas encaram o “mar de conhecimento” que temos hoje por meio da tecnologia e da internet.

Pessoas desistem de obter o conhecimento e simplesmente saem da água por não mais se esforçarem em entender o que poderiam fazer para se aprofundar ou para seguir para alguma direção de sucesso. Isso, muitas vezes, acontece por enfrentarmos algum desafio que pensamos não conseguir superar ou que poderemos resolver em outra ocasião. Essa decisão, do que fazer, nos mantêm, muitas vezes, presos no mesmo local.

Aquele que sempre volta para descansar nunca tem o conhecimento maior do que o já obtido por repetidas vezes. Ao descansar, o indivíduo cai na própria armadilha do tempo e conhecimento. Depois de algum tempo tenta enfrentar as águas e acaba se cansando e parando no mesmo lugar.

Portanto, a única opção viável seria utilizar o conhecimento adquirido até o momento e aplicar o esforço necessário para atingir o objetivo.

Essa pequena metáfora nos mostra que, para atingirmos o conhecimento do que queremos com a tecnologia a nossa disposição, pode ser um real desafio. Você poderia aprender muitas coisas com a tecnologia disponível, esse conhecimento poderia te fazer aprender um idioma, como cozinhar, cantar, dançar, construir coisas, aprender como avançar a própria tecnologia, entre outras coias… Mas, a nossa atitude em meio a tanta água pode nos fazer tomar as decisões citadas anteriormente. Normalmente as decisões tomadas são as duas primeiras.

O que podemos fazer para tomar a opção mais correta e nos tornarmos eficazes utilizando a internet e a tecnologia a nosso favor?

Como na metáfora apresentada, precisamos aprimorar os nossos conhecimentos adquiridos e aplicar esforço em nossas falhas para conseguirmos ser completos e completar nossa tragetória. Completar para ser completo, expressão que soa boba mas que hoje muitos não entendem o real significado. É certo que alguém poderia nos ajudar a chegar ao outro lado da piscina, assim como a tecnologia pode nos ajudar a ser completos em conhecimento. Mas se esta pessoa não soubesse nadar muito bem, conseguiríamos chegar a outra ponta?

As tecnologias nos auxiliam em muito ao aprender, mas utilizar a ferramenta inadequada, incompleta ou incorreta não nos tornaria completos e nem nos ajudam. Como mencionado na frase de Confúcio é necessário pensar (meditar) no que aprendemos ou nossos esforços seriam em vão, por outro lado, se pensarmos sem nada tirar de proveito pode ser prejudicial.

  • Como pensar nos ajuda a obter êxito?

Pensar nos faz ter um objetivo, nos faz meditar sobre o que somos, o que sabemos e onde queremos chegar.

Estamos passando por uma era de transformação tecnológica e todas as empresas do mundo estão pensando no que devem realizar para se adequar a esta disrupção digital. Se uma empresa tem que parar e pensar para se readequar, reanalisar e reinventar, por que nós não deveríamos pensar? Afinal, não são pessoas que estão pensando para estas empresas?

Uma vez que você sabe da importância do pensar e aprender com objetivos, em que você deve pensar e como a tecnologia poderia te ajudar a se tornar completo?

Ao reconhecer o seu entendimento e limitações você será capaz de utilizar a tecnologia a seu favor. Utilizando o exemplo de aprender um idioma:

  • Em que nível de conhecimento do idioma você se encontra?
  • Consegue falar, ler e/ou escrever?
  • Tem algum bloqueio?
  • Se tem bloqueios, quais seriam estes?

Trabalhar e reconhecer esses fatores pode ser um desafio, mas para isso poderemos utilizar a tecnologia a nosso favor. Aplicativos que nos ajudam a compreender melhor um novo idioma poderão ser utilizados e com foco no que pensou (meditou) poderá fortalecer as suas fraquezas.

Pesquisar materiais na internet e maneiras de aprendizado, metodologias e mídias, podem auxiliar na chegada a outra “parte dessa grande piscina”.

Seus esforços serão recompensados se utilizar a tecnologia de um modo que te leve a alcançar seus objetivos. Se achar que o “mar de conhecimento” a ser atravessado é muito grande, conquiste-o pouco a pouco. Lembre-se: o campeão conquista a piscina a cada braçada!

Busque ferramentas que te auxiliem e não se deixe empacar ou desistir, se aprender a dominar o conhecimento e a tecnologia, você terá o poder de construir e reconstruir o aprendizado de modo a ser uma pessoa inovadora e alcançará plenitude.